Saladas floridas

Sim, as flores não servem apenas para encantar as nossas casas e jardins ou para nos proporcionarem bem-estar com os seus aromas, elas também podem encantar nas nossas saladas, agora que entramos na época em que tudo o que apetece são alimentos frescos e light. Fantástico, não é? Pois saibam que as pétalas de rosas, begónias, acácia, anis, camomila, dália, gerânio, jacinto, jasmim, magnólia, margarida, malva, papoila, tulipa, violeta, entre muitas outras espécies, podem ser utilizadas em inúmeras confecções culinárias. No entanto, as flores são mais um elemento terapêutico e de composição visual no prato, do que propriamente um elemento de sabor.

No entanto, há que saber diferenciar e jamais confundir, as flores comestíveis das flores ornamentais. As flores com finalidade puramente decorativa podem ser altamente tóxicas e venenosas, nomeadamente as das floristas pois contém químicos, podendo ser fatais, em certos casos.  Por seu turno as flores comestíveis resultam de produção biológica, destinada a fins culinários. Colher flores comestíveis no meio natural deve ser apenas tarefa para os especialistas. Uma atividade que pode ser comparada à colheita de cogumelos pois, tal como nestes, há que saber conhecer as espécies perigosas e aquelas que se podem integrar na alimentação. A opção poderá passar por recorrer a bibliografia dedicada ao tema e, mesmo assim, com muito cuidado porque há que não haver engano e escolher os locais sem poluição. O melhor mesmo será, embora não sejam um produto de grande consumo, adquirir flores comestíveis embaladas, que vão surgindo em algumas superfícies comerciais, na secção dos produtos frescos, junto aos legumes. 

As flores possuem algumas vitaminas e minerais e têm baixo teor calórico, cerca de 40 calorias por 100 g. Por exemplo, as rosas são ricas em vitamina C assim como a Capuchinha. Os Dentes de leão são ricos em vitamina A e C e as suas folhas contém ferro, cálcio e fósforo. Já no que respeita às ditas virtudes terapêuticas, há quem reconheça que o amor-perfeito alivia as irritações na pele e que é diurética, enquanto a flor de Borago é rica em ómega 3 e 6, vitamina C e é considerada bom expectorante das vias respiratórias.

Conheçam então abaixo algumas das flores comestíveis:

Amor-perfeito: Pode ser usado tanto nas saladas como para decorar as sobremesas.

Borragem: As flores, quando frescas, têm um tom azul e, quando mais velhas, passam para rosadas. São usadas em saladas.

Camomila: Usada para decorar saladas e pratos, assim como para fazer chás.

Capuchinha: As flores, folhas e semente têm um gosto apimentado.

Cravina: As flores podem incorporar saladas.

Girassol: Os botões florais são cozidos, servidos como espargos, e as flores em saladas. 

Gerânio: Muito utilizado em saladas.

Rosa de Jericó: Usada em saladas. 

Viola odorata: Quando fresca acrescenta-se às saladas. 

As saladas serão bem mais exóticas e agradáveis. Bon appétit!

 


Contactos

Pieces of Moments