A Roda da Alimentação Mediterrânica...cultura, tradição e equilíbrio

Fruto do trabalho desenvolvido por duas professoras da Universidade do Porto, foi na semana passada (08 Junho/16), divulgada a Roda da Alimentação  Mediterrância. Brilhantemente enquadrada na nossa cultura e tradição, a Roda facilita uma alimentação saudável, mesmo em convívio com a família, na medida em que os alimentos são os tradicionalmente cultivados e por isso, são de proveniência local e se encontram facilmente disponíveis nos locais onde vivemos. 

A Roda apresenta os seguintes grupos: óleos e gorduras (azeite/azeitonas – alimento e respetivo fruto de origem); hortícolas (cebola, alho, couve galega, grelos, tomate, pimentos, beldroegas…); fruta (melão, figo, ameixa, laranja, tangerina, nêspera, romã…); cereais, tubérculos, frutos amiláceos (batata doce, castanha, massa e arroz integrais, flocos de aveia, pão de centeio, broa…); carne, pescado e ovos (peixe, em especial sardinha, carapau, cavala, atum…); laticínios (queijo e iogurte); e leguminosas (todas).

A Roda apresenta ainda duas mensagens relativas aos frutos gordos e ao vinho. Em relação aos primeiros  (amêndoa, noz, pinhão...), há um apelo à sua ingestão e no que que respeita ao vinho, o conselho passa por um consumo moderado e às refeições, destacando-se a proibição a crianças, adolescentes, grávidas e aleitantes. A Roda incentiva ainda a incorporação de ervas aromáticas em detrimento do uso do sal. 

O combate ao sedentarismo também é focado, apelando a um aumento das atividades de lazer.

Sentem-se à volta da mesa, partilhem alimentos saudáveis e rodem a Roda.


Contactos

Pieces of Moments