Uma vida com história do fim para o princípio...100 anos de Vergílio Ferreira

 

Uma vida só tem história do princípio para o fim, se a tiver do fim para o princípio.” 

 Vergílio Ferreira

A Câmara Municipal de Gouveia vai iniciar no dia 28 de Janeiro/16 um ciclo comemorativo do centenário do nascimento do escritor Vergílio Ferreira, que inclui diversas atividades e que terminará em janeiro de 2017.

O autor  nasceu na aldeia de Melo, no concelho de Gouveia, distrito da Guarda, a 28 de janeiro de 1916 e morreu a 01 de março de 1996. O ciclo comemorativo inicia no dia em que se assinalam os 100 anos do nascimento do escritor e inclui:

 o lançamento da reedição das obras de Vergílio Ferreira;

a reposição de um busto na Praça de São Pedro, no centro de Gouveia;

 a inauguração da exposição "Vergílio Ferreira: Os Caminhos da Escrita ou O Fascínio da Arte" (aberta ao público até 26 Março/16) e a realização do colóquio "Vergílio Ferreira: Evocação, Evocações";

o lançamento de um postal, selo e carimbo dos CTT alusivos à data;

a representação do monólogo "Em Memória ou a Vida Inteira dentro de Mim", baseado no romance "Até ao Fim", de Vergílio Ferreira, no Teatro Cine de Gouveia, com interpretação do ator Pompeu José.

Deixo-vos agora com um dos textos magníficos do Escritor.

Não Penses

Não penses. Que raio de mania essa de estares sempre a querer pensar. Pensar é trocar uma flor por um silogismo, um vivo por um morto. Pensar é não ver. Olha apenas, vê. Está um dia enorme de sol. Talvez que de noite, acabou-se, como diz o filósofo da ave de Minerva. Mas não agora. Há alegria bastante para se não pensar, que é coisa sempre triste. Olha, escuta. Nas passagens de nível, havia um aviso de «pare, escute, olhe» com vistas ao atropelo dos comboios. É o aviso que devia haver nestes dias magníficos de sol. Olha a luz. Escuta a alegria dos pássaros. Não penses, que é sacrilégio. 

Vergílio Ferreira, in "Conta-corrente - nova série - 2"




 


Contactos

Pieces of Moments