Forte S. João Batista...de Mosteiro a Forte...a beleza histórica e natural das Berlengas

O arquipélago português das Berlengas, situa-se no Oceano Atlântico, a oeste do cabo Carvoeiro. Foi a primeira área protegida do país quando, em 1465, o rei Afonso V de Portugal proibiu a prática de caça na ilha principal das Berlengas (Berlenga Grande). A Reserva Natural das Berlengas é considerada Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO desde 30 Junho de 2011.

Fazem parte deste arquipélago três pequenas ilhas:

Berlenga Grande

Estelas

Farilhões

Na Berlenga Grande  encontra-se o Farol Duque de Bragança, o Forte de São João Batista, a Praia do Carreiro, restaurantes e parque de campismo.

 

A ocupação humana da Berlenga Grande remonta à Antiguidade, sendo assinalada como ilha de Saturno pelos Romanos. Posteriormente foi visitada por navegadores Muçulmanos, Vikings, corsários franceses e ingleses. Em 1513, com o apoio da rainha D. Leonor, monges da Ordem de São Jerónimo aí se estabeleceram com o propósito de oferecer auxílio à navegação e às vítimas dos frequentes naufrágios naquela costa, assolada por corsários, fundando o Mosteiro da Misericórdia da Berlenga. Entretanto, a escassez de alimentos, as doenças e os constantes assaltos de piratas e corsários tornaram impossível a vida de retiro dos frades, muitas vezes incomunicáveis devido à inclemência do mar.

 

Sob o governo de D. João IV  (1640-1656), o Conselho de Guerra determinou a demolição das ruínas do mosteiro abandonado e a utilização de suas pedras na construção de uma fortificação para a defesa daquele ponto estratégico do litoral. Em 1655, quando ainda em construção, resistiu com sucesso ao seu primeiro assalto, ao ser bombardeada por três embarcações de bandeira turca. Sem maior valor militar, diante da evolução dos meios bélicos no século XIX, foi desartilhada em 1847 e abandonada passando a ser utilizada como base de apoio para a pesca comercial.

 

Em meados do século XX foi parcialmente restaurada e aberta ao turismo, adaptada como pousada. Atualmente funciona apenas como casa-abrigo, sob a gestão da Associação dos Amigos das Berlengas.

 

Conheçam as Berlengas. Ficarão encantados/as.

 
 

Contactos

Pieces of Moments