Zona de conforto...

22-04-2018 17:19

Imagem relacionada

"Ninguém nunca fez diferença sendo igual ao resto."(Filme o Grande Showman). Inspiradora, não? E faz pensar. Seja na esfera pessoal, seja na profissional, há que deixar uma marca positiva e para isso temos de ser um pouco "excêntricos/as", ser criativos/as. Só assim nos diferenciamos, seja na postura perante a vida, seja na forma de pensar ou de agir. Ao longo do "caminho", somos colocados /as à prova imensas vezes para que "despertemos" e alcancemos o "trilho" certo. Mas...nem todas as pessoas se rendem a isso, preferem o "caminho" que já conhecem, preferem a sua zona de conforto, onde horas, dias, meses e anos se somam iguais. É tranquilo, sim, mas não é desse modo que defrontam desafios, que se desenvolvem, que "crescem" e se transformam na melhor versão se si próprios/as. Não experimentam porque não querem experimentar. Porque colocam o "não" à frente do "sim", porque não acreditam nelas próprias, porque se negam a tentar, porque não se afirmam.

Existe uma frase de Jean Cocteau que habitualmente uso na abertura das minhas sessões de formação: a da foto acima. Uso-a porque pretendo exatamente contrariar o vício cultural do "não consigo", do "não sei", do "não sou capaz". Coloco as pessoas a pensar, questiono e peço-lhes que assistam à formação como uma "tábua" rasa, como uma "folha" em branco, que se esqueçam das crenças, das limitações, das suas habituais formas de pensar. Só assim, acreditando na mudança, é possível tentar e mudar alguma coisa. E há tanto a mudar...

Todos nós, somos seres humanos construídos mas...em construção permanente (se o quisermos).


Contactos