O que te prende aqui?

26-03-2018 14:01

 

Resultado de imagem para The Little Book of Lykke: The Danish Search for the World's Happiest People

Comecei ontem a ler à noite um dos três livros adquiridos no fim-de-semana. O Livro do Likke de Meik Wiking. Começa ele por transcrever um excerto de Hemingway: "- Que é que nos prende aqui, Sam? - Ainda há bem neste mundo, senhor Frodo, e vale a pena lutar por ele." 

Isto inspirou-me a pensar que enquanto Formadora, é esse também o meu papel. O de, dentro do possível, contribuir para um maior bem-estar e felicidade de pessoas, quer em contexto de trabalho, quer na esfera pessoal. Esse excerto fez-me querer afirmar o quanto é importante a função da formação. Mas...não aquela formação de "pacote", desprovida de comprometimento com processos de melhoria, aquela que "despeja"conteúdos sem filtrar e sem ser objetiva, aquela que não estimula a participação dos formandos e formandas. Isso não é formação, é débito massivo de teorias.

Falo da formação ministrada de forma apaixonada, que também desperta paixões nas pessoas que durante horas ali estão para "crescer", para melhorar, para se motivarem para melhores desempenhos, enquanto pessoas e profissionais. Falo de formação que leva as pessoas a quererem saber mais e a valorizarem o seu aprefeiçoamento contínuo.

Para tal, o que deverão fazer os Formadores e Formadoras? Trabalharem incansávelmente, estudarem assíduamente e investigarem de forma sagaz. Esse é o único caminho para conseguirem respeitar e fazer respeitar a nobreza da formação profissional. Se dá trabalho? Dá, muito, mas...vale a pena. O caminho é por aqui.

"No aprendido, só poderemos saber o que as palavras significam, só as compreenderemos verdadeiramente, se delas tirarmos força para a ação, ou seja, nas consequências que tiver para nós o que aprendemos" 

Raul Diniz

 

 


Contactos