Com inspiração se faz magia...

06-01-2019 23:13

Resultado de imagem para as capas negras academicas e harry potter

Resultado de imagem para traje academico de coimbra

Corria o ano de 1991, quando J. K. Rowling, autora da saga Harry Potter, veio viver para o Porto. Escrevia de dia e dava aulas de inglês à noite. Foi aí que conheceu o seu ex-marido, tendo tido uma filha em 1993. Neste mesmo ano, no entanto, divorciou-se e partiu para a Escócia, levando na mala os três primeiros capítulos do seu primeiro livro "Harry Potter e a Pedra Filosofal".

Foi assim, em Portugal e nomeadamente através das suas vivências culturais no Porto, que foi retirando inspirações que vão desde os nomes de personagens aos trajes académicos utilizados pelos estudantes. Os Uniformes de Hogwarts foram inspirados no traje académico, um dos maiores símbolos da tradição universitária (originária de  Coimbra): uma longa capa preta, gravata, camisa social, calças para os homens e saias para as mulheres. Este visual pitoresco fez com que a escritora incorporasse diversos desses elementos nas roupas dos alunos da escola de bruxaria de Hogwarts, tanto nos livros quanto nos filmes. Depois, nas capas dos estudantes, é comum usar-se emblemas cosidos que simbolizam  uma multiplicidade de coisas: o local de origem, o clube de futebol, a Faculdade que frequentam, etc. Cada curso possui cores diferentes, que as distinguem, um pouco como em Hogwarts com as cores e emblemas das casas, Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff.

Por outro lado, com mais um toque de criatividade, Rowling utilizou também parte da história de Portugal para incorporar num dos personagens. O bruxo da era medieval, Salazar Slytherin – um dos quatro fundadores de Hogwarts – foi inspirado no ditador António de Oliveira Salazar, que governou o país entre 1932 e 1968, inserindo traços da personalidade do próprio António em Slytherin.

Também a Livraria Lello e o famoso Café Majestic foram uma fonte inspiradora para Rowling (já anteriormente referenciado aqui no Blog). Rowling foi frequentadora assídua dos espaços durante a temporada em que viveu no Porto, e foi nas célebres escadarias de madeira da Lello que se inspirou para criar as escadas dinâmicas de Hogwarts.

Com inspiração se fez, se faz magia...

 


Contactos