Dois lugares enigmáticos...

04-01-2019 23:32

Resultado de imagem para poço iniciático

Falo-vos hoje de dois dos locais mais enigmáticos, carismáticos e surpreendentes de Portugal. Um, situado em Sintra e outro, em Lisboa. Um remete-nos para uma viagem iniciática, para um passeio à mitologia, a Camões, aos Templários da Ordem de Cristo, aos enigmas e à alquimia. Remete-nos para as origens do cosmos; para a fusão entre o Céu e a Terra, para o romantismo, para a magia e para o mistério. Falo-vos da Quinta da Regaleira, construida entre 1904 e 1910, no derradeiro período da monarquia, pelo Dr. António Augusto Carvalho Monteiro, a qual integra 4 hectares, luxuriantes jardins, lagos, grutas e construções enigmáticas, nomeadamente o Poço Iniciático. Este é uma galeria subterrânea, com uma escadaria em espiral, sustentada por colunas esculpidas, por onde se desce até ao fundo do poço. A escadaria é constituída por nove patamares, separados por lanços de 15 degraus cada um, invocando referências à Divina Comédia de Dante.

Mas, vamos agora ao segundo local, este em Lisboa. Cristo Rei. Santuário Nacional do Cristo Rei, em Almada. Dedicado ao Sagrado Coração de Jesus e 113 metros acima da linha do Tejo, abre os seus braços para Lisboa. Construido em 1959, é o melhor miradouro com vista para a cidade de Lisboa, oferecendo uma ampla vista sobre a capital e sobre a Ponte 25 de Abril. Inspirado no monumento de Cristo Redentor do Rio de Janeiro (Brasil), aquando da visita em 1934 pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa àquele país, o nosso Cristo Rei foi mandado construir também como promessa feita pelo episcopado português, caso Portugal não entrasse na Segunda Guerra Mundial. Portugal, por decisão de Salazar, não entrou nessa Guerra Mundial, pelo que a primeira pedra do monumento foi lançada em 1949.

Dois lugares encantados.

 


Contactos