A equação da felicidade laboral...

17-01-2019 10:25

Nenhuma descrição de foto disponível.

Podemos ser felizes ou simplesmente ter momentos de felicidade, sendo que é sobre o primeiro - o mais difícil - que vou falar. Ser feliz significa alinhar-me com os meus objetivos pessoais e profissionais, comprometer-me com eles e agir para os atingir. Ser feliz significa também ter a capacidade de me ajustar à vida, através da resiliência e da adaptação permanente, superar obstáculos e comemorar as pequenas grandes vitórias, associadas ao meu desenvolvimento e crescimento enquanto pessoa e profissional. Ser feliz é vivenciar a satisfação resultante do esforço e dedicação. Ser feliz é contribuir ativamente para ter muitos momentos de felicidade, quer no trabalho, quer na esfera pessoal. Contudo, foquemo-nos agora no trabalho. O que é isto da equação laboral da felicidade? É eu descobrir-me a mim própria, descobrir as minhas capacidades e competências e colocá-las  em prática na sociedade, através do meu trabalho. Simplesmente isto.

O modo como encaramos e desenvolvemos o nosso trabalho, define-nos. Devemos tomá-lo como uma missão - se o que fazemos é sentido como vocação - descobrindo no trabalho aquilo que nos preenche, nos faz felizes e onde fazemos a diferença. Todo o trabalho tem uma importância social, desde o calceteiro, à recolha do lixo, à gestão de uma empresa, à investigação, ao ensino, etc, etc, etc

Todas as pessoas devem assim buscar um sentido no seu trabalho e compreender o papel que têm na sociedade. Só assim, conseguirão motivar-se para a melhoria, para o seu desenvolvimento, crescimento e alcançar a felicidade laboral. E aqui, volto a reforçar o efeito potenciador da formação, da aprendizagem ao longo da vida. É através dela que a melhoria de competências acontece. Como formadora, vejo acontecer essa mudança nas outras pessoas e por isso aposto tanto na minha equação da felicidade laboral. Apostem também na vossa.


Contactos