Pessoas bonitas...

02-05-2017 10:34

 Resultado de imagem para destino ou coincidencia

Refere Gustavo Santos no seu último livro "Ama-te - Assumir a Alma" que "Aos agentes da mudança opor-se-ão sempre as mentes estagnadas. É preciso continuar a mudar. É preciso continuar a assumir a mudança. É preciso continuar a ser a mudança. E não ter medo. E não viver na sombra. E não hesitar. E é preciso a coragem, a abnegação e a fé de que é possível agitar a estagnação em que ainda nos encontramos mergulhados e desconstruir os muros que ainda edificamos e que não nos permitem ser livres."

Pois bem, desde há algum tempo que, por um motivo ou por outro, me  tenho encontrado/cruzado com seres humanos fantásticos, pessoas especiais - a quem eu chamo de pessoas "bonitas" - pessoas que são verdadeiros agentes de mudança, que querem dar o melhor de si, que assumem com determinação o que querem fazer da sociedade, do país e do mundo onde vivem. São ESTAS pessoas que nos trazem valor acrescentado, contudo, são também estas pessoas que muito frequentemente são olhadas com desconfiança, são julgadas, menosprezadas e colocadas de lado. Acreditem que sei do que falo. Existe um desprezismo que, no fundo, não é mais do que medo. Sim, medo. Medo pela "ameaça" que estes agentes representam perante o falso conforto em que vive a maior parte das pessoas. E, quem perde? Perdemos todos/as mas diria que perde muito mais quem não quer integrar e aceitar a mudança, quem prefere o conforto, a rotina, a estagnação, o mais do mesmo. 

Mas, independentemente de todas as forças contrárias, os/as agentes de mudança vão continuando a surgir e a agir, aqui e ali. Têm uma missão de vida valiosa para a sociedade, que a tornam autêntica, verdadeira, genuina, mais perto do que qualquer sociedade deve ser. São pessoas que nos olham nos olhos e não para o que temos calçado, são pessoas que nos "abraçam" com o olhar, são pessoas genuinas, que "prendem" a nossa atenção, que nos fazem refletir e querer mudar, que nos fazem querer também ser agentes de mudança.

É então com toda a autenticidade que referencio aqui algumas dessas pessoas: Cristina Nogueira Fonseca, Ana Pedroso, Barroso Junior, Fernanda Ferreira, Gustavo Santos, António Romano.Cada uma destas pessoas é diferente uma da outra mas complementam-se com as suas missões e áreas de intervenção. Em conjunto tornam o nosso mundo bem mais autêntico, "bonito", agradável, genuino e...feliz. Todas estas pessoas, com as suas diferentes valências, são verdadeiros QEPerformers.

E é essa também a nossa responsabilidade, a responsabilidade de ajudar e de aceitar processos de mudança que a todos/as possam beneficiar em prol de uma sociedade mais feliz.

E vocês? De que lado estão? De que lado querem estar? Da mudança positiva ou da estagnação? Vale a pena pensar nisto. A felicidade é um estado de espírito que vem do interior, que se trabalha a partir de nós, não é algo de fora, algo superficial, algo passageiro.

Permitam-se transformar e mudar para melhor. Permitam-se ser genuinamente felizes. Permitam-se ser QEPerformers para que também possam ser felizes e inspirar a sociedade em que vivemos.

"A vida é uma troca, como tal, tens de saber trocar o melhor de ti com o melhor dos outros e nunca o melhor que tens com o pior do que têm para ti." "A estrada por onde vão todos não vai dar a lado nenhum, não existe ninguém que tenha feito a estrada de todos e tenha ficado na História." Gustavo Santos

Eu tenho um sonho...inspirar Portugal. Qual é o vosso?


Contactos

Pieces of Moments