O Verão, celebração da Vida e da Luz...

21-06-2017 11:26

Resultado de imagem para gois no verão

 

Hoje, dia 21 de Junho/17, é o dia de maior claridade, dia em que inicia o Verão e que se encontra associado à Vida e à Luz. Como precisamos disso. De vida, de luz, de coragem, de afeto, de união, de comunhão, de compaixão, de confiança e de esperança. Que nos corações sombrios renasça a luz, a procura por um alento, por um novo caminho. Tentar, aqui e agora, retomar e valorizar os momentos reais de luta e de esperança de modo a que o regresso da felicidade, simples e frugal, se faça sentir vagarosamente ao sabor do tempo.

 

O que temos é o HOJE mas devemos aprofundar novos modos de pensar, de agir, de comunicar, de criar. Tem de surgir uma nova consciência, uma consciência "iluminada" e "transparente", um projeto de mudança social, reformulações individuais, com muita coragem, humildade e confiança. É urgente um compromisso ético dos governantes, das organizações para com o povo e para com o mundo. É necessário diálogo e execução eficazes.

 

Todas as ruturas, tragédias e calamidades acarretam grande sofrimento, têm custos humanos, sociais e económicos que são desnecessários, que podem ser amenizados ou evitados. É preciso frontalidade, espírito resoluto e autenticidade para os discutir e para os prevenir. É preciso rapidez na tomada de decisão e na ação. E fazer. Fazer tudo o que sabemos que temos de fazer. É preciso o envolvimento e a ação de cidadãos, cidadãs, juntas de freguesia, autarquias, ministérios, organizações públicas e privadas. É preciso avaliar a situação de cada região e AGIR de imediato, denunciar o que deve ser mudado, o que está mal e MUDAR.

 

Deixemos de lado a  euforia económica, a embriaguez global, a ambição desmesurada, os comportamentos tóxicos, a sistemática procrastinação e a falta de inteligência social.

 

Assumamos a nossa crise de consciência e renasçamos definitivamente das cinzas. De outro modo, tudo terá sido em vão. Desrespeitaremos as mortes, a destruição, as pessoas, a terra, o mundo e a vida.

 

Não falemos mais no que faltou. Agora, que tudo está consumado, é preciso olhar para a frente, FAZER DIFERENTE e AGIR RAPIDAMENTE. O Verão não acabou, começou agora e temos muito pela frente. E já agora, pensemos em tantas pessoas que estão a cumprir pena nas prisões, sem nenhum contributo social e que deveriam ajudar nesta altura, ser chamadas ao dever cívico. Olhemos para dantescos esforços dos Bombeiros. Todas as mãos são necessárias.

 

Uma outra grande questão: não há dúvidas quanto ao GRANDE espírito de solidariedade do povo português. Sempre que uma tragédia se abate sobre nós, eis que volvemos e mobilizamos "meio-mundo" para contribuir. Em pouco mais de 2 dias, foram já doados milhões para as contas solidárias e as iniciativas desdobram-se na angariação de bens alimentares e de verbas. PEÇO FISCALIZAÇÃO no processo de chegada da TOTALIDADE dos valores às vítimas e na aplicação destes nos processos de reconstrução das vidas de quem precisa tanto de esperança e de vontade para viver. Que haja CONSCIÊNCIA e se evite o que já sabemos que pode acontecer.

 

Fica a reflexão.

 

 

 


Contactos

Pieces of Moments