O dialeto das emoções...

20-01-2017 17:18

Resultado de imagem para inteligencia emocional

Robert Solomon referiu um dia que " as emoções são a força viva da alma, a fonte da maioria dos nossos valores, a base da maioria das outras paixões. Diz-se que as emoções distorcem a realidade, eu defendo que elas são responsáveis por ela. As emoções, dizem, dividem-nos e desencaminham-nos dos nossos interesses, eu defendo que as emoções criam os nossos interesses e os nossos propósitos. As emoções, e consequentemente as paixões em geral, são as nossas razões na vida. Aquilo a que se chama 'razão' são as paixões esclarecidas, 'iluminadas' pela reflexão.

Desta forma, apenas uma análise às nossas emoções permite compreender os momentos mais confusos das nossas vidas e do mundo que nos rodeia. Após isto, devemos trazer inteligência às emoções e saber como fazê-lo. Este é o modelo expandido e atual de inteligência que coloca as emoções no centro das aptidões para viver. Os sentimentos são essenciais para o pensamento e este é importante para os sentimentos. Cada pessoa tem duas mentes: a emocional e a racional, as quais, com os seus modos diferentes de saber, guiam-nos através da vida. Se ambas as mentes estão em equilíbrio, a emoção alimenta-se e, ao mesmo tempo, informa as operações da mente racional, e esta refina ou veta as contribuições da emoção.

Saibamos que, ao longo de milhões de anos de evolução, o cérebro cresceu de baixo para cima e os seus centros mais elevados desenvolveram-se a partir das partes inferiores mais antigas. A parte mais primitiva do cérebro é o tronco cerebral, elo que regula as funções básicas da vida, tal como o respirar e o metabolismo dos outros orgãos do corpo. Foi dessa raiz primitiva que emergiram os centros emocionais e foi destes que, milhões de anos mais tarde, evoluiu o cérebro pensante.

Assim, o facto de o cérebro pensante ter evoluido a partir do cérebro emocional, é bem revelador da forte relação entre o pensamento e o sentimento. Havia um cérebro emocional muito antes de aparecer o cérebro racional e isso faz-nos pensar e entender melhor as questões da nossa vida. Vale a pena pensar nisto...

"É com o coração que vemos claramente, o que é essencial, é invisível aos olhos." Saint-Exupéry


Contactos

Pieces of Moments