Novo Ano, Vida...conformista ou inconformista?

11-01-2016 08:40

E aí temos 2016 já a correr. E os nossos planos, metas ou objetivos? Foram traçados? E ficaram lá atrás ou também correm connosco? Seremos conformistas (foto da esquerda), inconformistas (foto da direita) ou ambos? Tudo é uma questão de atitude e de vontade pois álibis para o passivismo, existem muitos: falta de apoio da família, baixa escolaridade, negação da sociedade, falta de oportunidades, situação do país, etc, etc. 

Se pensarmos bem, todos nós conhecemos alguém que, independentemente da sua condição familiar e/ou social, conseguiu trilhar bem o seu caminho pessoal e profissional e todos nós conhecemos outros casos em que pessoas, em idênticas situações, não o conseguiram. E porquê? A atitude e a vontade não estiveram lá, optaram por ser conformistas, aceitando a sua situação com resignação, sendo "sugados" pelas circunstâncias. 

Se analisarmos, todos temos obstáculos a superar, barreiras a transpor, que nos colocam à prova durante as nossas vidas e o que distingue os/as inconformistas dos/das conformistas é a atitude e a vontade de não se deixarem dominar pelas circunstâncias, de não se resignarem e de tentarem abrir caminho custe o que custar, apesar dos medos naturais de errar. Estas pessoas encaram essa atitude como um desafio pessoal.

 No entanto, não se confunda inconformismo com inconformismo negativo, com um modo de vida arrogante, desrespeitador de normas sociais, colocando tudo em causa de forma libertina e anárquica. Por outro lado, o conformismo nem sempre é negativo, na medida em que nas relações que temos com os outros e em certas situações pode ser encarado como empatia e respeito pelo próximo.

Há pois que distinguir inconformismo positivo de inconformismo negativo, e conformismo positivo de conformismo negativo. Tudo é uma questão de lucidez, de enquadramento, de equilíbrio e de fazer a opção correta face às situações com as quais nos deparamos.

Resumindo, devemos ser inconformistas positivos connosco próprios e com a vida e aliar esta forma de estar a um certo conformismo positivo, sempre que as situações assim o exijam.

Deixo aqui algumas dicas para ser um/uma perfeito/a inconformista:

1) Não deixar o medo exagerado impedir a sua trajetória de vida pois todos estamos sujeitos a riscos;

2) Não aceitar a derrota antes de lutar e de excluir todas as possibilidades de conquistara vitória;

3) Não ter medo de errar;

4) Não viver ansiosamente por nada pois tudo acontecerá no tempo oportuno;

5) Ser sempre otimista.

Então, Bom Ano! E ao trabalho!

 

 

 


Contactos

Pieces of Moments