Ilha do Farol...the sun, the sand, the sea...the cure for anything

09-08-2016 19:35

O dia começou hoje ainda mais cedo mas não foi sacrifício nenhum dado que o destino de hoje era a Ilha do Farol. Chegados a Olhão, tomámos o pequeno-almoço e o barco das 09h. A manhã estava serena, quente e mais uma vez foi um extasiante passeio de barco. 

Fez-se uma breve paragem na Ilha da Culatra para a saída e entrada de passageiros e seguimos caminho para a Ilha do Farol. Lá chegados, admirámos de novo as casas cuidadas dos pescadores com os pequenos jardins frontais com imensos cactos (melhor opção para sítios quentes). 

A praia reservou-nos este ano uma surpresa pois estava bem maior: foram colocadas paliçadas para proteção das dunas, deparámos com muitos guarda-sóis de palha, duches e outros pormenores engraçados.

Quanto à água do mar, estava literalmente morna e perdi a conta aos banhos de mar tomados, sendo que o salitre no corpo não deixava dúvidas quanto ao número de idas à água.

 O café foi tomado no meu bar de praia de eleição: o "MARAMAIS" que todos os anos nos oferece uma decoração diferente mas sempre muito colorida e poética. A música é qualquer coisa de divinal e por todo o lado (mesas, balcão, paredes) se lêem frases diversas, nomeadamente de escritores portugueses. Retive uma apenas, de Sophia de Mello Andresen, que dizia assim: "quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar". Outra, no balcão, referia em modo de trocadilho, que "a alma é o segredo do negócio", entre tantas outras frases curiosas. Amo este bar.

A hora de almoço contou com uma garrafa fresquinha de Mateus Rosé na praia, com umas sandochas e muita fruta. Às 16h tomámos o barco de regresso...quanto à Ilha....deixa sempre saudades.

The sun, the sand, the sea...the cure for anything

   

 


Contactos

Pieces of Moments