Coimbra é alma e coração

26-09-2016 14:21

 

Não me recordava de nada. Apenas de umas casinhas pequeninas onde tinha entrado quando criança e que me pareceram encantadoras, um mundo mágico para as crianças. De resto...não me recordava de nada de Coimbra. Apenas a ténue recordação da minha visita ao Portugal dos Pequenitos. 

A manhã iniciou com o pequeno-almoço tomado numa das pastelarias da baixa coimbrense (onde provei os famosos pastéis de Santa Clara) e prossegui subindo até à Universidade de Coimbra. Mas, ainda antes da subida, deparei-me curiosamente com a Pastelaria A Brasileira, que julgava existir apenas em Lisboa. Segui depois rumo ao Arco e Torre de Almedina, antiga porta principal da cidade, que integrava uma cerca medieval e, mais à frente, apreciei uma das ruelas lindamente decorada com trabalhos suspensos e executados em crochet.

Continuei subindo, olhando para as fachadas lindíssimas e bem recuperadas da maioria dos edifícios antigos e 'dei de caras' com uma estátua, a da Tricana (mulher de Coimbra, figura mítica e emblemática da cidade desde os finais do século XIX). A tricana está presente na literatura portuguesa e nos fados coimbrões. Veste-se com saia preta, um pequeno avental, blusa, lenço na cabeça e traz o Xaile traçado ao ombro. A tricana carregava sempre consigo um cântaro de barro ou lata quando ia ao Rio Mondego buscar água.

E continuei subindo, por entre muitas escadas, absorvendo tudo o que podia. Coimbra já me tinha encantado. Cheguei à Sé Velha, entrei e decorria uma das missas de Domingo. À saida, reparei numa das casas ali próximas que tinha na parede a imagem de alguém: aquela tinha sido a casa onde vivera Zeca Afonso - o trovador da liberdade.

Como foi bom, passados todos estes anos, visitar ou melhor, conhecer, a emblemática cidade de Coimbra. De mapa na mão, a manhã de Domingo foi passada entre ruelas empedradas, carregadas de história e de estórias, recantos emblemáticos, arcos medievais, onde se viam capas pretas, guitarras, e onde soava de vez em quando o lindo fado de coimbra, com notas carregadas de emoção. As varandas e janelas encontravam-se decoradas com flores e nas paredes, um pouco por todo o lado, reparei na abundância de inspiradoras frases estudantis.

Coimbra é isto. INSPIRA. Mas...ainda saberão muito mais acerca dela, através dos meus próximos posts.

 


Contactos

Pieces of Moments