Ao caminharmos, calcamos o tesouro que procuramos...

31-07-2016 22:26

Ao caminharmos, sem o sabermos, calcamos com os pés o tesouro que procuramos: a paz interior, o contentamento profundo da alma e tudo aquilo que colocamos em prática deve estar ao serviço dessa busca. Nada melhor do que as férias para nos fazer lembrar disso: andamos numa roda viva o ano inteiro, com os afazeres profissionais, sociais, familiares, desportivos ou mundanos, sabotando o nosso bem-estar e fugindo da felicidade, quando ela está sob os nossos pés, ao nosso alcance o tempo todo. 

O bem-estar está na intensidade do ser, está em nos escutarmos a nós próprios, em nos respeitarmos e respeitarmos as nossas opções, as nossas renúncias, em estabelecermos prioridades que nos convêm verdadeiramente, bem como instaurarmos nas nossas vidas ritmos que nos agradem muito mais. Quanto mais fizermos o que gostamos de fazer, mais beneficiaremos de bem-estar e mais beneficiarão de bem-estar aqueles com quem nos relacionamos.

Será que continuamos a introduzir nas nossas vidas cada vez mais coisas para fazer ou investimos cada vez mais as nossas vidas nas coisas que temos para fazer? Fica a reflexão.

Hoje, foi dia de praia, de mar, de água salgada, de comunhão com a natureza e de comida saudável. Sim, porque pelo menos este hábito vai ter de se manter. A custo, é certo pois as delícias calóricas abundam por aqui e fazem-se notar com os pregões bem altos "Bolinha, bolinha, com creme, sem creme...".

"A lucidez é a dor mais próxima do sol". René Char

Até amanhã.


Contactos

Pieces of Moments